sexta-feira, 29 de dezembro de 2006

Mais "Bom 2007"

Continuando a seqüência de boas mensagens para o próximo ano, vou reproduzir na íntegra o texto do Ricardo kotscho, como não o conheço usarei do direito de blogueiro de repetir um texto indicando a fonte.

Se...

Se, ao sairmos com o nosso carro a cada manhã, deixássemos de ver nos outros motoristas um inimigo a ser abatido e nos perguntássemos para que mesmo estamos correndo tanto...

... se, ao ouvirmos o drama de um amigo ou parente desempregado, abríssemos a nossa agenda para, de alguma forma, tentar ajudá-lo na busca de um trabalho, em lugar de apenas nos juntarmos a ele nas queixas contra o governo, o mundo e o destino...

... se a gente fosse capaz de prestar mais atenção e dar valor ao sorriso inocente de uma neta, ao invés de perder tanto tempo lendo jornais e abrindo a internet...

... se os meus amigos do governo deixassem de se preocupar tanto em criticar a imprensa e os meus colegas de imprensa deixassem de se comportar como se fossem os eleitos de um contrapoder...

... se as pessoas se preocupassem menos em ganhar prestígio, dinheiro e poder, e mais em cuidar bem de seus amores e amizades, a começar por elas próprias...

... se formos capazes de tratar nossos subordinados como se fossem nossos superiores e vice-versa...

... se um dia nos dermos conta de que fazer cara feia não resolve nada e falar mais alto do que os outros para mostrar que estamos com a razão é apenas ridículo...

... se deixarmos de ver um gesto de solidariedade como coisa de trouxa e formos capazes de achar até bom se alguém nos chamar de bobos, e não de safados...

... se nós repórteres e colunistas nos preocuparmos menos com as futricas da política dos gabinetes oficiais e dos castelos das celebridades, e sairmos mais às ruas para ver o que está acontecendo na vida real das pessoas comuns que habitam as nossas cidades e o nosso país...

... se falar bom dia, dizer obrigado e pedir por favor não for mais considerado perda de tempo de gente muito antiga...

... se nos der mais prazer elogiar do que criticar o trabalho dos outros...

... se os administradores das nossas cidades tiverem por elas a mesma paixão e zelo daqueles que fizeram de Rio Branco, no Acre, um dos melhores lugares do país, onde dá prazer de se andar pelas ruas, flanando sem medo ...

... se nós que vivemos de contar histórias descobrirmos que a arte de ver e ouvir antecede a de falar e escrever...

... se os eleitos para fazer oposição dedicassem um pouco do seu tempo a pensar em soluções e projetos viáveis para o país em vez de se preocuparem apenas em detonar o governo de plantão...

... se os Jim Jones da imprensa brasileira deixassem de se comunicar com o mundo sem sair das suas salas com ar condicionado e por apenas alguns dias viajassem pelo país ao invés de embarcar em mais um vôo internacional...

... se os ex em geral fossem cuidar de suas vidas ao invés de ficar azucrinando a vida de quem partiu ou ficou em seu lugar...

... se todo mundo se preocupasse menos com o que os outros pensam e fazem ou deixam de fazer, e dedicasse todo seu tempo e esforço a cuidar do próprio rabo...

... quem sabe, talvez, a gente pudesse mesmo fazer aos leitores deste NoMínimo os melhores votos para 2007 com um único desejo: divirtam-se!


Autor: Ricardo Kotscho - No Mínimo (25-12-2006)

3 comentários:

ipaco disse...

Peter, feliz 2007! E não deixe de atualizar seu link para o novo Pindorama (o velho deu pau):

http://ipaco5.blogspot.com

Anônimo disse...

Adorei, Peter. Achoque seri amuito legal se tivesse um link para enviarmos para um amigo. Assim, com certeza, poderíamos divulgar mais. e Adoraria mandar alguns textos para uns amigos. Bj, Adriana

PeterCor disse...

Dri,

seus textos serão muito bem vindos. Obrigado pela visita.
Beijão,
Peter